Gabriel Giovannini é o novo Rei das escadarias de Santos.

Realizada no morro do Pacheco e considerada umas das principais provas de downhill urbano na América do Sul, a descida das Escadas de Santos chegou em sua 16º edição com a participação de 80 atletas de cinco países diferentes: Brasil, Equador, Chile, Colômbia e Espanha.

Como ja era esperado o campeão e novo Rei das escadaria de Santos na 16º edição é Gabriel Giovannini, que soube administrar não só os erros desta edição mais evoluiu com a experiência e erros das edições passadas, assim recuperando pedal a pedal o tempo perdido fechado o circuito com 56s435.

Gabriel que é da equipe ACBIndaiatuba/secretaria de esportes quebra um jejum de 9 anos dos brasileiros, que desde 2009 não era coroado campeão da Descida das Escadas de Santos. Gabriel Giovannini, no entanto, acabou com o jejum brasileiro neste domingo e foi o campeão da edição 2018.

Depois das eliminatórias realizadas no sábado, dez atletas foram classificados para as semifinais deste domingo. Gabriel Giovannini mostrou logo pela manhã que iria dar muito trabalho para seus adversários. Ele passou com o melhor tempo entre os cinco finalistas e confirmou o favoritismo ao fazer o menor tempo na grande final, mesmo tendo alguns problemas pelo caminho.

Giovannini que ao passar pela linha de chegada não acreditando na vitória, parou devido o pneu estourado, olhou para linha de chegada, ai olhou novamente para frente e como era a vontade de Deus ouvido o anuncio Gabriel Giovannini é o novo Rei das escadarias de Santos.

Ai foi só alegria e vibração colocou a bike nas costas e saiu para comemoração carregando sua

bike escada abaixo até o pódio.

- Logo no começo eu prendi os dois pés, não consegui passar aquele trecho pedalando. Aí já vieram mil coisas na cabeça, pensei: "Já era, não foi meu dia". Vim pedalando onde não dava. No fim, no último pulo, o pneu ainda saiu do aro, mas estava bem no finalzinho, deu para levar ainda perdi algumas pedaladas - contou Giovannini.

Os problemas foram compensados com muita velocidade no íngreme e bastante estreito circuito do Morro do Pacheco, que tem 514 degraus em uma pista de 600 metros de extensão, além de um desnível de 143 metros – equivalente a um prédio de 45 andares. Gabriel venceu com o tempo de 56s435. Lucas Borba terminou em segundo, com 57s302, seguido por Bruno Pinto, com 58s041.

O último anfitrião a ganhar a prova tinha sido o Wallace Miranda, em 2009. Desde então, o polonês Filip Polc dominou a competição, ficando com o título em seis ocasiões (2010, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016). O equatoriano Mario Jarrin (em 2011) e o espanhol Javier Raton Guijarro (em 2017) completam a lista.

A associação de ciclismo e BMX de Indaiatuba conta com patrocinio e apoio de:

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square